Em BH – Projetos tentam implantar castrações gratuitas e cemitérios de animais

O Projeto de Lei 1374/14, de autoria do vereador Veré da Farmácia, terá que ser esmiuçado um pouco mais antes de passar pelas comissões da Câmara Municipal de Belo Horizonte para ir a votação no plenário. A proposta é que a capital passe a contar com unidades móveis de castração gratuita de cães e gatos em cada regional.

 

Veré acredita que se aprovado, o número de animais abandonados nas ruas irá diminuir consideravelmente. “Esse projeto é focado em pessoas carentes que, às vezes, não tem condições de arcar com os  custos de uma castração. Quando a pessoa pega um cachorro na rua e nem sabe que está prenha, acaba abandonando a ninhada na rua”, explica.

Além da esterilização dos animais, as unidades móveis também ofereceriam vacinações gratuitas e campanhas de conscientização. “O dono do animal teria toda a orientação necessária ao procurar uma unidade, e o animal também irá sair de lá microchipado, para que possa ser monitorado depois de atendido”, diz Veré.

Para o atendimento, será necessário agendar a castração elevar documentos como comprovante de endereço e identidade do tutor do animal.

O que já existe

A Secretaria Municipal de Saúde informou que BH já conta com uma unidade móvel de castração, no entanto, não deu mais detalhes sobre onde ela está atualmente e como é feito o agendamento.

Além disso, o controle reprodutivo dos animais pode ser feito pela Gerência de Controle de Zoonoses da secretaria. Diariamente, são oferecidas 40 vagas no Centro de Esterilização de Cães e Gatos Noroeste (CECG), 48 vagas no CECG Oeste e 50 no Centro de Controle de Zoonoses. Para tirar dúvidas sobre os serviços, os números são 3277-7414 e 3277-7411.

Ainda segundo a secretaria, as atividades dos CECG são “estritamente cirúrgicas e como todo procedimento cirúrgico eletivo, o paciente deve ser devidamente preparado com 12 horas de antecedência, incluindo jejum hídrico e alimentar, indispensáveis para a segurança do procedimento que envolve anestesia geral”.

No ano de 2013 foram feitas 15.946 cirurgias de castração em animais pela rede pública na capital e em 2014 foram 17.542 procedimentos.

No Barreiro

Atrasadas, as obras do centro de Esterilização de Cães e Gatos no Barreiro terá capacidade para realizar 1.200 cirurgias por mês. Segundo a Secretaria de Saúde de BH, a previsão é que o local seja inaugurado no segundo semestre deste ano.

Cemitério de animais

De autoria do vereador Bispo Fernando Luiz, o Projeto de Lei 1334/14 foi aprovado na Comissão de Administração Pública na última semana. Se aprovado em plenário, Belo Horizonte também passará a ter um cemitério público de animais de pequeno porte, como cães e gatos, denominado Cemitério Público “Amigos dos Animais”.

http://www.otempo.com.br/cidades/projetos-tentam-implantar-castra%C3%A7%C3%B5es-gratuitas-e-cemit%C3%A9rios-de-animais-1.1055275

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!
This entry was posted in Reportagem. Bookmark the permalink.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *